Search

Decoração de cabeceiras de camas box


Para mudar a cabeceira da cama, invista em criatividade, use o que está ao seu alcance e transforme peças em um lindo acessório para o seu quarto. Mude o visual da cabeceira com gravetos, estruturas de portões de ferro, portas antigas, e o que permitir que sua cama fique bonita e confortável.



Cabeceiras diferentes

Créditos: shelterness.com

Olha esta cabeceira que prática e bonita. Feita de tecido almofadado e varão de cortina, esta cabeceira tem até bolsinhos para guardar algum objeto. É uma maneira fácil de manter o estilo escolhido para quarto e para mudar as cores do tecido  quando quiser.

Créditos: shelterness.com

Olha os gravetos aí, colados respeitando a irregularidade dos troncos. Para dar movimento à decoração, eles têm tamanhos diferentes e ficaram lindos no quarto. Para combinar com a cabeceira, os criados-mudos têm o mesmo estilo de colagem, com pequenos pedaços de troncos.

Créditos: homedit.com

Para economizar, use paletes para a cabeceira. Dois foram necessários para envolver a área da cama e dos dois criados-mudos. Criativa, bonita e barata, esta decoração ganha mais destaque pela cor vibrante da parede.

Créditos: homedit.com

Para quem não sabe mais onde colocar aquele biombo de madeira, olha esta foto. Usá-la como cabeceira faz você economizar espaço e criar um novo estilo para a decoração. Todo trabalhado, ele enriquece o ambiente com seus relevos e deixa o quarto confortável. Os tons terrosos foram os escolhidos da vez e dão todo o charme necessário para esta decoração.

Créditos: homedit.com

Materiais de demolição são ótimos para decorar. Para este quarto, as portas antigas de madeira servem de cabeceiras estilosas e altas. A madeira isola a cama da parede fria e traz conforto ao quarto. Para aproveitar bem o material, as portas estão no chão, apenas encostadas na parede, permitindo que sejam trocadas quando necessário.





loading...


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*