Search

Decoração de Jardim para Portadores de Necessidades Especiais


A decoração não deve somente embelezar o espaço, mas também deixá-lo mais prático e até mesmo acessível. A decoração de jardim para portadores de necessidades especiais é um bom exemplo de espaço que precisa ser planejado com cuidado, para que além de beleza traga também segurança e novas sensações para todos que ali frequentarem.



A decoração de jardim para portadores de necessidades especiais deve ser pensada com cuidado (Foto: Divulgação)

A decoração de jardim para portadores de necessidades especiais deve ser pensada com cuidado (Foto: Divulgação)

Dicas de Decoração de jardim para Portadores de Necessidades Especiais

Se você está com intenção de preparar um jardim para algum membro de sua família ou local de seu trabalho, fique ciente de que este espaço deve seguir as normas NBR9050. O piso do jardim deve ser antiderrapante, como utilizar a pedra natural travertino com acabamento flameado, por exemplo. E a circulação pelo jardim deve ser a melhor possível, tanto para os deficientes visuais quanto para os cadeirantes.

Leia também sobre Decoração de Cantinhos.

Para os portadores de necessidades especiais que gostem de cultivar a terra, uma boa opção é investir em bancadas, jardineiras ou suportes altos para que a pessoa consiga plantar, regar e cuidar com carinho de suas plantas. E procure posicionar este suporte alto em locais de fácil acesso e que sejam mais confortáveis para quem o estiver manuseando, como perto de alguma sombra.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

As plantas e flores que serão utilizadas no jardim também devem ser escolhidas com cuidado, como optar por plantas que não possuam espinhos, que sejam pontiagudas ou que sejam muito baixas e largas, para não machucar as mãos de cadeirantes ou das pessoas com deficiência visual. Porém você pode investir em um jardim sensorial, com plantas de diversas texturas, cores e aromas, para os deficientes visuais.

Leia também sobre Decoração para Quarto de Trigêmeos.

Em relação aos móveis que serão acrescentados ao jardim, eles devem estar dispostos no ambiente de forma que não atrapalhem a livre circulação. E caso o cadeirante queira se transferir para uma cadeira, por exemplo, o móvel deve ter a altura de quarenta e seis centímetros. E você deve dar preferência os móveis específicos para ficar ao ar livre, pois eles possuem uma vida útil maior.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Leia também sobre Dicas para Decorar Ambientes com Gavetas





loading...


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*